11 fevereiro 2015

O mundo depois dos 18.

  Ok, o sonho de todo mundo que eu conheço (quase todo mundo) é fazer 18 anos logo só para desfrutar de todos benefícios que vem junto com a maior idade. Mas não sei porque, pensar em ficar maior de idade nunca me deixou muito empolgada. Vamos ver os prós: podemos dirigir um carro, ser mais independentes, fazer cartões de crédito, ter suas próprias contas em lojas, e um bocado de coisas que todos nós já sabemos. Mas para mim os contras pesam muito mais que os prós, pelo fato de: você não depende mais de ninguém (teoricamente), é meio que um "acorda para a vida, você já é um adulto e está na hora de se virar".
  Eu acho que eu era a única criança (repito: eu acho) que não queria crescer, e ficava triste cada vez que fazia aniversário, ainda fico. Meu sonho era ser como o peter pan, e ter 7 anos para sempre, que para mim é o número e idade mais legal. Mas a idade é algo que não é questionável, ou você aceita, ou aceita. E é isso que estou tentando fazer, aceitar que mais um ano se passou, e agora sou maior de idade, já tenho 18 anos e ta na hora de tentar ser madura, de me dar um peteleco porque está na hora de começar minha vida. É assim que eu enxergo: a vida começa agora.
  Minha nova idade começou de um jeito significavelmente bom. Ganhei uma bolsa integral para a faculdade (tudo bem que não era o curso que eu mais queria), ganhei presentes maravilhosos dos meus pais, e estou empolgada para esse ano (mais ou menos). Aliás, essa bolsa na faculdade foi o que me fez ficar tanto tempo sem postar aqui, é tanta coisa para resolver que nem meus neurônios dão conta de tudo. Brincadeira. É apenas porque o tempo está apertado para resolver tudo. Porém, está quase tudo pronto, eu acho.
  Enfim, queria mais fazer esse texto para contar mais ou menos o que está acontecendo na minha vida (é blog ou diário? haha) e dar uma explicada no meu pequeno sumiço aqui. Espero que vocês ainda me leiam haha

(imagem we heart it)


Contatos do blog:
Twitter: @sonhossilencios
Instagram: @sonhos_silenciosos
Facebook: Sonhos Silenciosos

Nenhum comentário:

Postar um comentário